Notícias - Sec. Saúde

17 . 11 . 2015

Definida a continuidade do IGP/IML em Carazinho

Em reunião realizada na tarde da terça-feira, dia 17 de novembro, no Gabinete do Prefeito Renato Süss, com a presença do Secretário Geral de Governo, Vilson Paese; o Secretário Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, João Ricardo Hartmann; a Secretária de Administração, Cecília Bertoldi; o coordenador regional do Instituto Geral de Perícias (IGP) e Instituto Médico Legal, Ricardo Telló Dürks; o presidente da ACIC, Jocélio Cunha; o presidente deliberativo da ACIC, Milton Schmitz; o vereador Orion Albuqueque; a titular da Delegacia de Polícia Civil, Rita De Carli e o médico perito, Roberto Pontes, ficou definida a continuidade dos serviços do Instituto Geral de Perícias (IGP) e Instituto Médico Legal (IML) em Carazinho. O anúncio foi feito pelo coordenador regional do IGP, Ricardo Telló Dürks, mediante a afirmativa do Executivo, em parceria com o Legislativo, de se adequar às demandas do órgão pela melhoria dos serviços.

O Secretário Municipal de Saúde e Vigilância Sanitária, João Ricardo Hartmann, informou que para o orçamento de 2016, já no mês de janeiro, será possível fazer as adequações necessárias para a continuidade do serviço em Carazinho. Sobre o compartilhamento da sala de espera com os pacientes do CEM, ele disse que será reformulada uma sala que fica junto à sala de perícias e que tem acesso diferenciado, para que as vítimas de violência possam aguardar atendimento, informou ainda, que os equipamentos de informática e a internet exclusiva serão disponibilizados imediatamente.

Sobre as reformas no necrotério, o vereador Orion Albuquerque disse que o Legislativo se unirá ao Executivo na disponibilização de recursos, a fim de que elas aconteçam o mais breve possível. A Secretária de Administração, Cecília Bertoldi, também frisou o comprometimento do Executivo para que todos os requisitos do IGP/RS sejam atendidos em tempo hábil.

Diante da afirmativa de realização das adequações, Dürks declarou que o posto local não será fechado. “A ideia do IGP/RS nunca foi fechar definitivamente o posto. Podemos dizer que tão logo sejam feitas as reformas, manutenções e adequações o posto voltará a funcionar a pleno em Carazinho”, confirma.

Autor: Imprensa