Acessibilidade:

Meio Ambiente

PARQUE MUNICIPAL
JOÃO ALBERTO XAVIER DA CRUZ

 

 

CONHEÇA O PARQUE 

O Parque Municipal João Alberto Xavier da Cruz, popularmente conhecido como Parque da Cidade, possui área de 206,66 hectares e foi criado pela Lei municipal n° 4.375/92 com a finalidade de resguardar atributos excepcionais da natureza na região e proteger integralmente a fauna, a flora, o solo, as águas e demais recursos naturais, conciliando com a utilização para objetivos educacionais, recreativos e científicos.
O parque contempla um número significativo de exemplares de Araucaria angustifolia, o pinheiro-brasileiro. Apresenta relevantes fragmentos de vegetação nativa às margens do Rio da Várzea.
Há alguns anos, foi constatada a presença do papagaio-charão (Amazona pretrei) que utilizava o parque como dormitório. Entretanto, dados atuais demonstram que essa espécie de papagaio não usa mais a área do parque como dormitório.
Embora possua um Plano de Manejo elaborado pela Universidade de Passo Fundo, o qual prevê programas de manejo de uso público para recreação, educação ambiental, turismo, entre outros, o Poder Público Municipal encontrou dificuldades para efetivar sua implementação. Hoje, o maior problema enfrentado é o vandalismo, para que o parque possa, enfim, cumprir de forma plena com suas finalidades socioambientais.


[topo]

 

 

GALERIA DE FOTOS


[topo]

 

VISITAS ORIENTADAS

São agendadas visitas orientadas através da sensibilização in loco, a fim de desperta nos participantes um âmbito novo em relação ao meio ambiente, provando que é possível e necessário proteger os ecossistemas, (assuntos abordados durante).
 
Objetivo: Incentivar os alunos, através das trilhas e explicações, (contato) a concluir a importância das plantas para a manutenção da vida em qualquer meio. Despertar o interesse pelo meio. As relações ecológicas vistas durante a visita ampliam a visão do participante sobre a complexidade do meio ambiente. Desenvolver a sua criatividade, a ludicidade e a comunicação verbal, a fim de promover a valorização dos Parques como foco no Processo Ensino/Aprendizagem.
São realizadas trilhas ecológicas, abordando as diversas fisionomias da vegetação do parque.
 
Público Alvo: Escolas e Comunidade em geral. É necessário agendamento prévio.
 
Horário e Turno: o roteiro é feito uma vez por semana, duas vezes ao dia, um pela manhã, com início às 8:30 min, e outro pela tarde, com início às 13h e 00 min, dependendo das condições climáticas.
 
Maiores informações: e-mail dema@carazinho.rs.gov.br ou telefone (54)3330-1459


[topo]